Wednesday, October 15, 2008

Gabeira 43

Esse texto foi escrito por Regina e Leonardo Müller.

Vamos compartilhar com você os motivos da nossa certeza: Gabeira representa o que é melhor para o Rio. Mais do que argumentos, reunimos fatos, reportagens e editorias de pessoas públicas. O texto tem vários hiperlinks.

O Gabeira faz sua campanha de forma propositiva, sem atacar o outro candidato. Somos seus eleitores e consideramos que conhecer melhor o Paes é importante para uma escolha consciente.


Estilo de Campanha

Gabeira faz uma campanha limpa. Limpa em vários sentidos.

Não sujou a cidade com material de campanha.

Não contratou pessoas sem nenhuma filiação partidária a segurar cartazes e bandeiras.

Limpa também pq não teve ataques aos adversários.

A mudança do Gabeira no segundo turno é uma defesa aos ataques do seu adversário.


Paes fez tudo errado.

Foi o que mais sujou a cidade (You Tube).

No evento do PMDB, em que Paes estava presente, o vereador Argemiro Pimentel (PMDB) falou que comprou caixas de ovos para jogar em Gabeira e chamaram Gabeira de “Macaco Tião da Zona Sul”. Paes não se manifestou contra estes atos.

Vale ler os editoriais sobre o estilo da campanha de Paes:

  • “Paes utiliza métodos arcaicos e ultrapassados, que podem acabar virando contra sua própria candidatura.” (Lucia Hippolito)

  • “Eduardo Paes, que já perdeu o respeito, depois de rastejar atrás do apoio do presidente Lula que ele ofendeu gravemente na CPI dos Correios.” (Kotscho)

  • “Paes teve tempo de sobra para pedir perdão a Lula, Lulinha e a dona Marisa Letícia. Por que só o fez na semana passada? Por que só agora quando corre o risco de ser derrotado por Fernando Gabeira (PV) no segundo turno da eleição para prefeito do Rio?” (Noblat)

Respeito às Leis Eleitorais

Gabeira vem, desde o início de sua campanha, respeitando os candidatos e as leis eleitorais.


Já Eduardo Paes...

  • Começou mal, não deveria nem ser candidato, pq se desligou do governo depois do prazo legal (Globo, link);

  • Lucia Hippolito denuncia a tentativa de Sergio Cabral de aumentar as abstenções e favorecer Paes (link)

  • O uso da máquina do Estado é claro: o Secretário de Segurança de Sergio Cabral entregou a ficha criminal do militante do PV (link). Além disso, durante um jogo do Flamengo, o Maracanã foi usado para fazer campanha de Paes, com mensagens no letreiro e distribuição de panfletos anônimos – vale lembrar que até o meio do ano Paes cuidava do Maracanã (link)

  • O Tribunal Eleitoral está investigando a participação de Paes em ações como a elaboração de panfletos “anônimos” anti-Gabeira e as falsas manifestações populares contra Gabeira com manifestantes pagos. (Globo)

Coerência política

Gabeira é um homem coerente. Sua única troca de partido foi uma ida para o PT seguida de seu retorno ao PV. Ele saiu do PT quando era muito mais fácil ficar: o PT já era governo. O ótimo texto “Flores, Flores para los Muertos”, escrito por Gabeira, explica os motivos de sua saída do PT.


Já Eduardo Paes:

  • Iniciou no PV, mas no último debate da Band ridicularizou o herbário do Jardim Botânico e o aquecimento global;

  • Depois foi para o PFL, onde era conhecido como um dos “meninos do Cesar Maia”. Nesse período pesam várias acusações contra ele. Hoje Paes tenta atingir Gabeira atacando o apoio de Cesar Maia. Vamos ativar a memória: em 2006, quando candidato a governador, Paes ressaltou que tinha ótima relação com Cesar Maia.

  • Em 2004, Paes e seu candidato a vereador, Guaraná, usaram o nome de Cesar Maia para incluir a Cidade da Música em seu folder como uma de suas prioridades e realizações. No debate da Band Paes atacou a Cidade da Música;

  • Quando no PSDB, criticou duramente o governo Lula (You Tube, Editorial). Foi um dos poucos a querer o impeachment do Lula e a tentar incriminar o filho de Lula. O pedido de desculpas por sua atuação na CPI demonstra mais uma vez a sua forma oportunista de fazer política. (Noblat)

  • Em 2006, candidato a governador pelo PSDB, Paes chamou Sergio Cabral de novo Garotinho (link). Por sinal, comparações entre Paes e Garotinho já existem, lembrando o que o PMDB representa para o nosso Estado (You Tube);

  • No debate da Band Paes teve a coragem de falar que o problema da saúde é culpa do PSDB - dois anos atrás Paes era o Secretário Geral do PSDB.


Alianças

Gabeira, no primeiro turno, veio com a aliança PV/PSDB/PPS.

Gabeira a frente da ética, PSDB como o partido do rigor fiscal e política econômica moderna (tanto Meireles para Lula quanto Levy para Cabral seguem estes princípios).

No segundo turno, depois da derrota de sua candidata, Cesar Maia declarou apoio a Gabeira. Gabeira não o procurou, Gabeira não prometeu cargos em troca de apoio.

A prática lamentável de trocar apoio político por cargos não é a praia de Gabeira.

Gabeira é a garantia de um secretariado eficiente, independente de partido político, sem loteamento de cargos.

Em todos os partidos lideranças independentes apoiam Gabeira, Marina Silva, Jorge Roberto Silveira, Miro Teixeira, Eduardo Suplicy, Armínio Fraga , Oscar Niemeyer, entre outros. São líderes que representam várias correntes políticas e trouxeram importantes contribuições para o país.


Já falei isso antes, mas Paes faz mesmo tudo errado.

Suas alianças representam acordos em troca de cargos: a idéia é políticos aliados ocupando a máquina no lugar de pessoas qualificadas. O PMDB ocupa a máquina pública em todos os níveis (Cristiana Lobo, Epoca, Veja, PSTU) - apadrinhados com identidade política, muitas vezes sem mérito, ocupam cargos. Não existe nada de ideológico nos apoios, tanto que Jandira Fegalli não poupou críticas a Paes no primeiro turno (link) e hoje é sua aliada.

Vale lembrar quem é o PMDB do Rio: Alvaro Lins, Picciani, Geraldo Pudim, Garotinho e Rosinha.

Foi capa do Globo: “Paes e Picciani negociam apoio de Crivella”.

Você sabia que Crivella e Cabral foram os senadores mais faltosos no plenário? (link).

Demorou, mas Crivella foi para o lado de Paes (O dia, Globo).

Noblat denuncia as exigências de Crivella para apoiar Gabeira: pagamento das dívidas de campanha no primeiro turno (cerca de R$ 5 milhões), apoio à sua candidatura ao governo do Rio em 2010, a direção da área de habitação popular da prefeitura. O que será que Paes prometeu para ele em troca do seu apoio?


Isolamento Político

No jornal o Globo o deputado Miro Teixeira (da base de Lula) analisa o tema de verticalização entre o poder federal, estadual e municipal:

Para Miro, é absurdo um candidato dizer que vai governar melhor ou pior por causa da ligação com o presidente da República ou com o governador. O deputado classifica o discurso de Paes como a "negação dos princípios republicanos":

Nós pagamos impostos; a cidade tem que ser respeitada qualquer que seja o seu prefeito. Porque a cidade não é o prefeito, e sim os cidadãos. Essa pregação de alinhamento que favorece ou desfavorece a relação com o governo federal é despolitizada porque é contra o povo” (Miro Teixeira)

Falar que o presidente ou governador vai favorecer um candidato do mesmo partido é uma vergonha, um escândalo. Pensar que Presidente, Governador e Prefeito devem ter a mesma opinião é negar a importância da diversidade política e do respeito à democracia.

É melhor um candidato criativo (Gabeira) a um candidato submisso (Paes).


Honestidade

Quem não admira a coragem de Gabeira no episódio contra Severino Cavalcanti (You Tube )? Nessas eleições Lula e toda a sua base ajudaram Severino a se eleger prefeito (Texto, Video).

E o que falar do processo de cassação de Renan Calheiros (PMDB)?

Gabeira, Raul Jungman e outros poucos deputados brigaram com seguranças do Senado para poder assistir ao julgamento de Renan e lutaram contra mais um acordão protagonizado pelo PMDB (You Tube).


Paes, um político jovem, já tem várias denúncias contra ele.

É alvo de denúncia do Ministério Público (Globo).

Existem insinuações da participação de Paes no lobby do mercado imobiliário (Quartel do Leblon, Parque Peter Pan, Cobal).

Cesar Maia, em entrevista ao jornal o Dia, disse: “O problema é que na fase final da Secretaria de Meio Ambiente (de Eduardo Paes) foram descobertas muitas irregularidades (...) Ele teve 180 mil votos. Eram R$ 200 milhões (gastos pela secretaria de Paes) de despesas sem empenho.”.

O movimento ambientalista de Sepetiba denuncia Eduardo Paes (link).

O TRE investiga o candidato por várias razões: “Paes fez campanha antes da hora”, “Paes e os panfletos ilegais”, “Propaganda ilegal em UPAs”, “Saiu do Governo depois da hora”.

Nada foi provado até o momento, mas a investigação continua.


Drogas e Aborto

Gabeira há muito tempo debate esses temas de forma aberta e sem preconceitos. Muitos consideram suas posições polêmicas, mas é reconhecido como referência nestas questões.


Veja o que Sergio Cabral falou em entrevista ao Globo sobre esses temas:

Legalização das drogas é um tema que defendo.

A outra, é um tema que, infelizmente, não se tem coragem de discutir. É o aborto. A questão da interrupção da gravidez tem tudo a ver com a violência pública. (...) Agora, pega na Rocinha. É padrão Zâmbia, Gabão. Isso é uma fábrica de produzir marginal. Estado não dá conta. Não tem oferta da rede pública para que essas meninas possam interromper a gravidez. Isso é uma maluquice só.” Sergio Cabral


Saúde

Gabeira tem ótimas propostas para a saúde. Por exemplo, defende a melhoria e a ampliação do horário de funcionamento dos postos de saúde já existentes, a ampliação do Programa de Saúde da Família e um diálogo com os médicos.


Paes destaca as UPAs com ar condicionado. As UPAs são uma boa idéia, mas já são alvo de denúncias de corrupção e incompetência (Globo, RJ TV, Band News, Globo).

É hora de repensar essa prática política de construir antes de otimizar o que já existe (Globo). Sergio Cabral tem uma péssima relação com os funcionários de saúde (link). Não seria essa a política de Paes?


Educação

Gabeira fala de pontos importantes para área da educação: rede de creches, ampliação do tempo do aluno na escola, fim da aprovação automática.

Vale citar Gabeira:

(...) enfatizaremos a qualificação intensiva, a avaliação e a motivação de nossos educadores e multiplicadores do saber. Vamos, também, viabilizar aulas de reforço para recuperar atrasos na aprendizagem dos alunos, utilizando os serviços de ‘explicadores’ que já atuam nas comunidades e, também, de estudantes universitários. (...) O aprimoramento da gestão escolar com foco em resultados, a certificação dos gestores e professores e a avaliação e premiação destes pelo desempenho de seus alunos serão um diferencial da prefeitura do Rio.Gabeira


Paes se resume a defender o fim da aprovação automática, e ações de “maquiagem” como ar condicionado nas salas de aula.

Quem dera o principal problema da Educação no Rio fosse o calor, mesmo pq os alunos tem férias no verão.


Segurança

Concordamos com as idéias do Gabeira sobre segurança, um exemplo:

A guarda municipal contribuirá para a segurança pública usando comunicação em tempo real e armas não letais. Trabalharemos em parceria com a Polícia Militar no policiamento ostensivo da cidade” (Gabeira)

Pessoas dedicadas ao tema da segurança pública, como Rodrigo Pimentel, apoiam a iniciativa de Gabeira de trazer o tema para a campanha (Globo)


Paes, há dois anos, defendeu abertamente as milícias (RJ TV) e hoje tem apoio de Jorge Babu (PT), Jerominho (PMDB), Carminha Jerominho (PTdoB) - a ligação entre Paes e Carminha foi comentada em: link, link2.

Paes não cita a necessidade de melhorar a relação entre a guarda municipal e a Polícia.

Paes defende a política de segurança de Sergio Cabral. Entendemos que essa é uma política de violência. Leia um pouco sobre o assunto: "Não podemos concordar com o combate à violência com violência", disse Marcelo Yuka, “Polícia do Rio de Janeiro é a que mais mata no mundo”, “Polícia do Rio mata quase 10 vezes mais que a de SP”, “A cada cinco homicídios, um é de autoria da polícia”, You Tube

Um exemplo típico dessa resposta violenta foi o caso do militante do PV agredido por militantes do PMDB (UOL). Em sua defesa, Paes levantou a ficha criminal do militante como se isso justificasse qualquer agressão (Extra). Isso é política de violência e perseguição, não política de segurança.


Conclusão

Gabeira é o melhor candidato.

Está preparado para enfrentar os problemas de nossa cidade.

Tem humildade para ouvir a opinião de especialistas.

Tem o apoio de muitas lideranças e terá secretários escolhidos segundo critérios técnicos.

Em entrevista ao RJ TV, quando perguntado qual o problema que o Rio tem hoje e que não existirá ao final do seu mandato, Gabeira respondeu:

É muito difícil dizer que um problema que o Rio tem hoje não vai existir no final do seu mandato. O que depende de mim: transparência. O Rio não tem nas suas contas, no seu trabalho a transparência necessária. Eu garanto que haverá transparência e honestidade rigorosa até o final do mandato” (Gabeira)

Dê uma olhada no site do Gabeira e no You Tube – Gabeira 43.

Mais que o voto, essa eleição pede debate.

Está na hora da virada que o Rio e o Brasil merecem.


No próximo dia 26, vamos novamente às urnas com adesivos do Gabeira. Felizes em votar no melhor candidato para o Rio: FERNANDO GABEIRA 43.

10 comments:

Bruno Kazuhiro said...

Grande trabalho Leo, falou sobre TODAS as vantagens de Gabeira sobre Paes. Parabéns!

Segui o link que você deixou no Perspectiva Política e não me arrependi. Apareça sempre por lá, será sempre bem vindo.

Abraços,

Bruno Kazuhiro
http://perspectivapolitica.wordpress.com

Tiago Albineli Motta said...

Muito bom!

Preparei também um resumo das principais propostas de Gabeira para o Rio de Janeiro em:

http://porumbrasildecente.blogspot.com/2008/10/projetos-de-gabeira-para-o-rio-de.html

E também alguns tópicos desmascarando a boataria que a campanha suja de Eduardo Paes vem espalhando:

http://porumbrasildecente.blogspot.com/2008/10/boataria-contra-gabeira.html

O importante é continuarmos pesquisando sobre a vida e os projetos dos dois candidatos. Por enquanto só dá Gabeira!

Wesley said...

E ae Leo primeiramente obrigado por comentar em meu blog. Nossa esse texto ficou ótimo! Muito bem explicado, tudo muito bem colocado e comparando os 2 tipos de governo tanto do Paes quanto do Gabeira e acho que o Gabeira está muito mais preparado para comandar o Rio indiquei teu blog em 2 comunidades do orkut aonde se está discutindo o assunto do segundo turno no Rio de Janeiro.

Parabéns pelo texto!

Abraços

Daniel "Gárgula" Braga said...

Só posso agradecer vocês pelos esclarecimentos do artigo!

Já comentei no meu blog sobre seu artigo indicando-o como leitura obrigatória para nossa eleição.

Falo nossa, pois cansei de deixar nas mãos de pessoas desqualificadas a responsabilidade de nossa cidade!

Abraços,

Lucas said...

Um post emocionante que precisa ser espalhado insanamente, embora a massa de manobra (os suburbanos com orgulho, para os quais o Gabeira vai governar) do Paes não tenha Internet.

P. S.: eu respondi ao seu comentário lá.

Dora said...

Importantíssimo e URGENTE!!! Que as pessoas NÃO viajem no próximo fim de semana prolongado deixando, assim, de votar. Não vendam seu voto que vale por 4 anos, por uma folga de 1(um) dia. Espalhem essa idéia.
Abração,
Dora

Alice said...

Vontade de imprimir isso em massa e entregar no bairro onde moro (Campo Grande). Como não posso, enviarei com prazer por e-mail e com os créditos do teu blog pra toda minha lista de amigos.

é vergonhoso saber que o carro de som do Gabeira é seguido e quase 'violentado' pelo carro de som do Paes, sempre no último volume, não respeitando aos cidadãos, trabalhadores e comerciantes, num bairro cheio de clínicas, hospitais, consultórios, escolas, comércio e escritórios.

se já não bastasse essa poluição sonora, o Pae$ espalhou por quase todas as esquinas uma foto gigantesca dele com o Lula e o Sérgio Cabral.

e na Av. Cesário de Melo, a cada 15 metros (ou menos, vai saber) tem alguém que recebeu 10 reais por dia pra ficar nesse solão de insolação segurando a bandeira do Príncipe das Milicias...

no domingo, votarei totalmente de verde, como protesto por tanta poluição sonora e visual.

Parabéns e obrigada pelo comentário, continuarei te visitando mesmo quando o Gabeira já tiver massacrado o Pae$ nas urnas.

Jim said...

Sou Crente, Mas Não Sou Bobo - Gabeira Neles!

Leia e entenda por que eu mudei minha cabeça.

Algumas considerações iniciais: (1) Escrevo esse discurso de forma inflamada, portanto, não se surpreendam se o texto não estiver gramaticalmente correto e as idéias não estiverem expostas de maneira clara. (2) A motivação para escrever esse texto é o ódio à mentira e à ignorância presente em nosso meio, o meio evangélico. Me revolta ver como facilmente nos tornamos massa de manobra e nos tornamos vítimas da astúcia do diabo. (3) Esse texto pode ofender as sensibilidades religiosas farisaicas de alguns alienados, mas não estou nem aí (4) O que segue foram minhas palavras numa comunidade no Orkut antes da votação do 1º turno:

Qual o candidato à prefeitura da sua cidade em quem você não votará de jeito nenhum, mesmo que a vaca tussa?...

Não voto no Crivella, pelo simples fato do candidato ser evangélico e eu não ter o menor interesse que a imagem dos evangélicos seja ainda mais deturpada nesse País.

Não voto no Gabeira, confesso que o pouco que vi de sua campanha na TV me chamou a atenção. Mas colocando na balança os prós e os contras, não voto nele por discordar de suas teorias "moderninhas" que, as que já foram postas em práticas em outros lugares do mundo, se reveleram um desastre. Vide a frustrante legalização da maconha na Holanda que se trouxe algum benefício, dentre muitos malefícios, foi a possibilidade de comprar o Ecstasy mais baratinho da Europa. =] A outra, em relação as questões envolvendo o homossexualismo, ainda não trouxe consequências nocivas para qualquer sociedade mas isso é questão de tempo. Quem viver verá! Aceitem ou não, a moralidade foi parte inseparável da ascensão e declínio das grandes civilizações antigas mas, como já dito, quem não observa a história está fadado a repeti-la. Destruam as famílias e acabarão por destruir a sociedade.

Portanto, rejeito qualquer acusação de que eu não me preocupe com o futuro da nossa sociedade, dos nossos jovens e com o Reino de Deus. Acusações como essas, para mim, não passam de falácia...

Continue a leitura do texto no blog:
http://despertaibereanos.blogspot.com/2008/10/sou-crente-mas-no-sou-bobo-gabeira.html

Aline said...

Interessante. Mas o q o leva a crer q Gabeira será bom para o Rio? Ele nunca fez nada por nós como deputado em 16 anos (colocar o dedo na cara de Severino Cavalcanti não qualifica ngm como administrador). Me desculpem, mas Gabeira é uma canoa furada. Um homem sem trajetória política e sem propostas concretas.

Muller said...

Não concordo cam a critica.

Sobre o programa de Gabeira para a Saude foi eleito o melhor. Na segurança tb tem o melhor programa e vai ter secretarios de alto nivel. Paes ja troucou cargos por apoio.

Se vc acho que Paes sabe administrar vale lembra que ele é julgado por improbidade administrativa.

O tema é longo, mas acho que isso responde seu post.